YOOtheme

Notícias

* por Luiz Francisco Pianowski

Você já deve ter notado como estamos sendo invadidos por informações sobre as maravilhas da vitamina D. Entre benefícios e perigos da escassez, fala-se muito sobre sol e suplementação, mas pouco é debatido acerca de como a população pode absorver o conhecimento recém-divulgado pelas mais novas pesquisas científicas e incorporar, assim, novos hábitos à sua rotina. 

Continuar...

Nesta quarta-feira, 23 de janeiro de 2013, os especialistas e pesquisadores do Conselho Científico da Amazônia Fitomedicamentos se reuniram no laboratório Kyolab, em Valinhos, para pontuar os avanços e discutir os próximos rumos das pesquisas realizadas por seus membros.

Continuar...

Valinhos, 19 de dezembro de 2012 – Nesta quarta-feira o prefeito de Valinhos, Marcos José da Silva, esteve na nova sede do laboratório Kyolab para conhecer espaço recém-ocupado pela empresa. Durante a visita, o pesquisador e presidente do Kyolab, Luiz Francisco Pianowski, apresentou as novas instalações ao prefeito e fez um panorama do andamento das pesquisas realizadas no momento por sua equipe, como os fitomedicamentos para câncer (AM10), dor crônica (AM11) e HIV (AM10).

Continuar...

Publicação científica inglesa divulgou este mês artigo com resultados promissores dos primeiros testes

Doenças de pele como psoríase, dermatite atópica e até mesmo o câncer têm origem em ações inflamatórias nas células e podem vir a tornar-se crônicas se não tratadas. Por essa razão, é de grande interesse clínico a descoberta de novos agentes anti-inflamatórios capazes de tratar ou prevenir essas condições. Vencendo a dificuldade em encontrar soluções para essas patologias, surge agora uma novidade promissora: neste mês, a conceituada publicação científica inglesa European Journal of Pharmacology traz um artigo sobre estudos e descobertas de um grupo de pesquisas brasileiro, que atua no desenvolvimento de um fitomedicamento anti-inflamatório, produzido a partir do princípio ativo euphol, extraído do látex da planta Euphorbia tirucalli (nome popular Aveloz) encontrada no Nordeste do Brasil.

Continuar...

*Por Luiz Francisco Pianowski

Quanto vai custar ao Brasil sediar a Copa e as Olimpíadas ainda é uma resposta impossível de ser dada. Fala-se desde R$ 24 bi até R$ 40 bi para cada um dos eventos – cifras estas que esperamos que sejam empregadas em melhorias de infraestrutura de modo geral, divididas entre os setores de hospedagem, transporte, saúde e segurança, em projetos justificáveis e que beneficiem a população no pós-evento (do contrário, teremos uma enorme criação de elefantes brancos).

Continuar...

*Por Luiz Francisco Pianowski

Na atual conjuntura econômica do Brasil, que não mede esforços para reverter a insistente balança comercial deficitária, soa como contrassenso a falta de incentivo e atenção dispensados à indústria de fitomedicamentos. O resultado é que, a despeito da abundância de nossa biodiversidade, a indústria nacional ainda precisa recorrer à importação de espécies, em função de regulamentações pouco adequadas à realidade, que, na prática atuam como verdadeiros bloqueios ao desenvolvimento do setor em nosso país. E a partir daí toda a cadeia acaba por ser truncada – desde a pesquisa até a produção industrial, seja qual for o laboratório em questão.

Continuar...

*Por Luiz Francisco Pianowski

A abundância de recursos naturais do Brasil, com sua matriz energética limpa, cobertura florestal e imensa biodiversidade, associada à necessidade mundial cada vez maior de produção de bens de consumo, faz do nosso país um dos maiores potenciais globais rumo ao desenvolvimento econômico social nos próximos anos.

Continuar...

*Por Luiz Francisco Pianowski

Não é novidade para ninguém que seguir uma alimentação equilibrada é o método mais adequado, segundo os médicos, para quem deseja evitar doenças, mantendo-se saudável e até mesmo mais bonito – evitando envelhecimento, flacidez, entre outros. Isso porque as vitaminas e os sais minerais contidos nos alimentos, quando ingeridos na quantidade certa, ajudam a fortalecer o sistema imunológico e também a combater os radicais livres, moléculas que degeneram as células sadias do nosso organismo. No entanto, a maioria das pessoas não consome a quantidade necessária de nutrientes para que haja proteção eficaz do organismo.

Continuar...

Novos estudos apontam sucesso da ação anti-inflamatória do euphol em ratos em tratamentos preventivos e terapêuticos no combate à colite; descoberta pode revolucionar tratamento em humanos

A colite ulcerativa é um tipo de doença inflamatório intestinal (DII) que afeta o intestino grosso (cólon) e reto, e cuja causa ainda é desconhecida. A doença geralmente começa na área retal e pode eventualmente se estender por todo o intestino grosso. O inchaço (inflamação) repetido leva ao engrossamento da parede do intestino e reto com tecido cicatricial. A morte do tecido do cólon ou sepse (infecção grave) podem ocorrer no estado grave da doença.

Continuar...

Novos estudos demonstram como o princípio ativo natural euphol é eficaz no tratamento da esclerose múltipla, sem os efeitos secundários das terapias atuais

Pesquisadores brasileiros já testaram com sucesso a ação anti-inflamatória do euphol em ratos para encefalomielite autoimune experimental; descoberta pode revolucionar tratamento em humanos

A esclerose múltipla (EM) é uma grave e crônica doença inflamatória autoimune mediada por células do sistema nervoso central (CNS). A terapia existente hoje para tratamento dessa doença é parcialmente eficaz, mas está associada a efeitos secundários indesejáveis. A fim de acabar com os efeitos colaterais indesejados, os pesquisadores do labotório KYolab, de Campinas, SP, estudaram alternativas para o combate à doença. Após pesquisas específicas, os profissionais descobriram que o princípio ativo natural Euphol, um álcool triterpeno tetracíclico encontrado na planta brasileira Aveloz, cujas propriedades farmacológicas incluem ação anti-inflamatória, pode representar umaq molécula de interesse potencial para o tratamento de esclerose múltipla e outras TH17 medias por células de doenças inflamatórias.

Continuar...

"Luiz Pianowski em encontro com Mark Ementhal (Fundador e Diretor Executivo da American Bonical Council e editor do jornal HerbalGram) no Congresso da American Society of Farmacognosy em NY"

“Profissionais homenageados na 1ª Semana Internacional de Fitoterapia – Araraquara – SP"


“Luiz Pianowski ministrou a palestra sobre a Kyolab e suas pesquisas para os alunos da UNESP e foi homenageado na ocasião”


 

 

Pesquisadores brasileiros avançam nos testes de novo analgésico e anti-inflamatório de origem vegetal para tratamento de dor crônica

Etapa da pesquisa iniciada este mês é o último passo antes dos testes em humanos

Segundo a Sociedade Brasileira para O Estudo da Dor, estima-se que os brasileiros convivem com a dor como poucos no mundo. Hoje a dor é um dos principais motivos das consultas médicas no país, atingindo cerca de 85% dos pacientes atendidos – ao mesmo tempo em que muitos profissionais do setor continuam poucos informados sobre o tema, muitas vezes negligenciando sua importância.

Continuar...

*por Luiz Francisco Pianowski

Temos milhares de medicamentos de diversas marcas, diferentes sais, concentrações e apresentações. A pergunta é: Quantos são oriundos da nossa biodiversidade? Ora, se temos milhares de sais medicamentosos, e destes, em torno de 60 % são de origem natural, moléculas naturais modificadas (semissintéticos) e compostos inspirados em moléculas naturais, chegaremos a uma conta fácil de fazer: Se temos esse número (60 %) e a nossa biodiversidade abrange 22 % do total mundial, deveríamos ter 12 % dos medicamentos mundiais com origem e (ou) inspirados em moléculas encontradas na nossa flora e fauna, além dos micro-organismos.

Continuar...

Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Farmacêutica acontece de 29 a 31 de Maio em São Paulo

Nesse mês a cidade de São Paulo recebe um dos mais importantes eventos da indústria farmacêutica: a FCE Pharma. Nele, profissionais, pesquisadores e membros do governo se reúnem para debater as questões relacionadas ao setor, como os rumos das pesquisas em desenvolvimento e os investimentos que tem sido empregados.

Continuar...