YOOtheme

Em data especial, pesquisadores brasileiros celebram avanços nos testes de fitomedicamento criado para combater à doença

Nas últimas décadas, o câncer ganhou uma dimensão cada vez maior, convertendo-se em um evidente problema de saúde pública mundial. A Organização Mundial da Saúde (OMS), estima que no ano de 2030 sejam 27 milhões os casos de incidentes de câncer, 17 milhões de mortes pela doença e 75 milhões de pessoas vivas, anualmente, com câncer. Entre os cânceres com incidência crescente, os de pulmão mama e cólon e reto se destacam, mudando rapidamente o cenário da doença em todo o mundo.

 

Em meio a esse quadro, uma notícia boa. Cientistas brasileiros, liderados pelos pesquisadores Luiz Francisco Pianowski, do Kyolab, e Amílcar Tanuri, da UFRJ, avançaram nos testes com moléculas isoladas da planta medicinal (Avelós (Euphorbia tirucalli L) no combate ao câncer. Essa é possivelmente a primeira vez que o Brasil submete um medicamento dessa natureza, obtido em solo nacional, aos rigorosos testes médicos para aprovação de uma nova droga, e os resultados obtidos foram promissores.

O princípio ativo - chamado até o momento de AM10 - está em estudo para combate a diversos tipos de câncer e já está sendo testado em humanos. O próximo passo é diversificar as características dos pacientes que receberão o teste, para aumentar o escopo da pesquisa. O produto em questão induz a uma maior apoptose (uma espécie de “suicídio celular”).

Sobre a pesquisa do AM10

O produto em questão induz a uma maior apoptose (uma espécie de “suicídio celular”). Ele age na fase de multiplicação celular induzindo a célula cancerígena à apoptose. Passada a fase pré-clínica, onde se observou a ação e mecanismos, foram realizados testes toxicológicos em duas espécies de animais: ratos e cães. Terminada esta fase, iniciaram-se os testes em humanos.

Sobre a Kyolab

A Kyolab (outrora Pianowski & Pianowski Ltda.) é uma empresa de pesquisa e desenvolvimento de produtos farmacêuticos e cosméticos, com expertise em fitomedicamentos. Produz e padroniza extratos vegetais, isola e identifica substâncias ativas. O Kyolab possui mais de 25 patentes de podutos que estão no mercado, como: Acheflan, Giamebil, Prostokos ,Sintocalmy, Imunoglucan , Kroneletc, etc.A Pianowski & Pianowski e a Kyolab somam nove anos de atuação no mercado.

Abril/2012

Informações para a imprensa:

Fonte Comunicação

Luciana Ramos (19) 8180-8430
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Emília Zampieri (19) 9690-2823
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar